Perfil

Um pouco do que aprendi ao longo da vida



    Olá! Sou mestre em engenharia informática.
    Por mais linguagens que se aprendam, o mais importante é
focarmo-nos só numa linguagem, mas cada uma
tem características a realçar como também outros 
conhecimentos em volta ensindos na universidade e secundário:
-IDE,
-alguma matemática,
-noções de baixo nivel como o asm.js,
-Restful API com JSON ou XML,
-SQL,
-programação orientada a objectos,
-linguagens de script e binárias combinadas, 
-Desenvolvimento Web,  
-conceitos de engenharia de software,
-sistemas de informação empresarias, por que o engenheiro de 
sistemas precisa de saber a melhor forma para melhorar a empresa (enquanto saber
medir lucros é trabalho do gestor), para rentabilizar os mesmos (o maior problema 
é quando o cliente não consegue ser sistemático ou não
reconhece o problema como devia ou o cliente pensa que sabe tudo, mas também
nem eu sei de tudo; porque é preciso muitas das vezes readaptar,
reaproveitando, reflectir sobre os papéis, a carga de tarefas de cada um
e como os diferentes agentes interagem com o sistema e entre si, etc.),
-Conhecer muitos algoritmos como por exemplo algoritmos de AI.

Entre outros conhecimentos.


Alguns Gostos


 Não gosto de olharem com má cara.
 Ódeio fanatismo religioso. 
 Ódeio fanatismo ateu.
 Ódeio irracionalidade.
 Adoro de conversar com o pessoal.
 Adoro video-jogos.
 Gosto de sair à noite.
 Gosto de socializar-me ou sair com alguém.
 Gosto de simpatia.
 Gosto de mandar elogios.
 Gosto das coisas boas da vida.
 ...
 
 

Algumas frases interessantes


 O que torna a lógica viável e útil é o facto de usarmos muito mais números como o 100 ou 200 do que como o
trilião ou quatrilião.Ver infinito

 O que permite relacionar um problema com o infinito é o conhecimento de todas as suas leis de forma finita.

 A lógica ajuda muitas pessoas a pensar da mesma maneira.
  Podemos ir a votos acerca da velocidade com que o fio de um pêndulo não se parte, que Galileo já sabe a resposta.
O problema é que mesmo assim, por mais claro e evidente que esteja a tua explicação, nem todos conseguem perceber ou aceitar a tua ideia,
nem por melhor que seja. Se desconfias, então não é só o tipo de programas que conta, mas sim coisas bem mais simples e fáceis
de entender e pode haver situações complicadas de lidar com os implicados das nossas ações. Dá para perceber um dos motivo de
o professor de matemática do 12º ano passar a vida a gozar com os outros.

 Se tens raciocínio lógico muito forte podes assumir em certos jogos que o outro é tão esperto como tu para o
venceres, mas na vida real és obrigado a pensar consoante a situação encontrada. Não está em causa que
cada um de nós tenha uma maneira de pensar diferente.